Os Deuses mais conhecidos do antigo Egito

408

As raízes da mitologia egípcia vêm de uma origem primitiva, antes mesmo de terem faraós. Os egípcios pré-históricos, do mesmo modo que grande parte dos povos primitivos, tinham muito respeito em relação aos fenômenos da natureza e as características admiráveis dos animais. Tanto é que as primeiras divindades egípcias a surgir possuíam forma de animal, embora dirigissem as ocupações humanas.

Os egípcios, durante grande parte da história, associavam animais vivos aos deuses, e davam todo o luxo e conforto possível aos animais que para eles eram representações de divindades. Essas divindades, assim como as de todas as demais religiões, possuíam poderes acima da capacidade do ser humano.

Interessante não é mesmo? Saber que os animais eram tão cultuados em uma religião. Mas como assim os animais representavam os deuses? Eles eram representados na maioria das vezes com corpos de humanos e cabeças de animais (características do zoomorfismo). Para entender melhor veja abaixo os Deuses mais importantes e conhecidos da mitologia egípcia.

Fonte da imagem:https://pm1.narvii.com/6935/dba3ee65160c82ef81af99ca27c506c221b0f2cdr1-900-420v2_hq.jpg

RÁ, o Deus sol

Fonte da imagem: https://ochamadodosmonstros.com/_files/200000347-126dd13698/450/maxresdefault.jpg

Além dos animais, os egípcios adoravam também as manifestações da natureza. E a mais importante manifestação natural era o sol, pois eles perceberam que a vida dependia dele, sendo assim adoravam sob vários nomes e em diversos cultos.

Na dinastia V Rá foi o primeiro Deus a ser reconhecido na religião, sendo considerado o mais importante do país. Além de ser a divindade central dos egípcios, Rá é também um deus primordial e criador dos deuses e da ordem divina, junto de sua esposa, a Deusa Ret.

O animal que representava Rá era o falcão, pois sua vista é tão poderosa que ele é o único animal que pode atar-se ao Sol. Os egípcios acreditavam que “Hórus era um falcão no qual os olhos eram o Sol e a Lua, e cujo hálito era o refrescante vento norte”

Osíris

Fonte da imagem: https://www.worldanvil.com/media/cache/cover/uploads/images/ffb02a1ccbd299d4833544f285b1a0c1.jpg

Um dos mais populares deuses da mitologia é Osíris, era marido e irmão de ísis, considerado deus do julgamento, do além e da vegetação. A representação de Osíris é de um rei mumificado com barba e a cabeça adornada com uma coroa. A pele escura e apodrecida representa um que está morto.

Ísis

Fonte da imagem: https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcQiI-G96QMyF28SaPMIhS_AKLJs2N0oAvohO1RdfY4zYp0xlcGEMw

Ísis foi considerada a deusa da fertilidade, mãe de todos, esposa de Osíris e mãe do Deus Hórus. Era representada como uma mulher bonita, ou com uma cabeça de vaca e chifres, tinha o papel de ser mãe, curar doentes, realizar magias e dava vida aos mortos.

Hórus

Fonte da imagem: https://pbs.twimg.com/media/CgwGSuuWsAE2VQd.jpg

Filho de Osíris e de Ísis, Hórus representa a luz, poder e realeza, nasceu quando seu pai já estava morto. Antes de Hórus nascer, seu pai Osíris foi assassinado pelo seu tio Set. O motivo do assassinato foi por que Osíris governava as terras do Egito, set invejado foi lá e o matou, pois governava apenas o deserto.

Quando Hórus cresceu, decidiu vingar a morte de seu pai confrontando diversas vezes seu tio Set, que por fim foi derrotado pelo sobrinho. Em uma das batalhas, Hórus perdeu visão de um dos olhos, dando origem ao famoso olho de Hórus. Perdido na batalha, o olho de Hórus simboliza o bem que venceu o mal. Por esse motivo, esse talismã representa a luz, a sorte, a prosperidade, a saúde e a força.

Anúbis

Fonte da imagem: https://i0.wp.com/www.fatosdesconhecidos.com.br/wp-content/uploads/2018/08/5759f064e55937ba0b3de1fb91b4727e-e1535403028528.jpg

Anúbis é o deus egípcio dos mortos, representado por um chacal com corpo de homem. O animal foi escolhido para representar Anúbis devido à crença de que vagava pelos cemitérios e desenterrava ossos e cadáveres.

Após o domínio do Deus Osíris, recebeu a função de cuidar do embalsamamento dos mortos. Ele também era um juiz, julgando os mortais a partir de seus corações. Ele pesava o coração dos mortos, o comparando com a sentença dada pela deusa Ma’at, que simbolizava a justiça, a verdade e a harmonia.

Seth

Fonte da imagem: https://ar.toppng.com/public/uploads/preview/pharaonic-drawings-11521368159t8vdi8jqr6.png

Seth foi um espirito do mal que é representado pelo animal sha, uma besta tifônica. É considerado o Deus da violência e da desordem, da traição, do ciúme, da inveja, do deserto, da guerra, dos animais e serpentes. Seth habitava o deserto e era rei de demônios. Seth, com inveja de seu irmão Osíris, acabou por tomar seu trono. Assim, Seth matou o seu irmão, esquartejando-lhe o corpo e fazendo para sempre escravo da morte. Seth ocupou o trono do seu irmão, até que Hórus realizou a sua vingança, expulsando Seth deste mundo, exilando-o novamente nos desertos e nas tempestades.

Fonte do artigo: https://www.fatosdesconhecidos.com.br
https://www.todamateria.com.br
http://mitobook.blogspot.com
https://www.megacurioso.com.br

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você aceita, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceito Leia Mais